joias masculinas

Aprenda a maneira correta de usar joias masculinas

Os anéis, correntes, brincos e outras joias entraram de vez para o mundo da moda masculina. Cada vez mais, os homens querem se diferenciar e evidenciar traços da sua personalidade e dos seus gostos através de acessórios e peças diferentes. O problema é que surge o medo de exagerar ou de usar as joias de forma errada.

Se você quer entrar nesse universo, mas tem muitas dúvidas, comece pelo mais simples: passe a usar relógios e, se for adepto das roupas sociais, prendedores de gravata e abotoaduras. Quando você se sentir confortável usando essas peças, geralmente bem aceitas e discretas, então comece a introduzir outros acessórios, como correntes de ouro e anéis. E para que você fique seguro na hora de escolher os acessórios e combiná-los com a roupa, confira nossas dicas para usar joias masculinas:

Mantenha um padrão: escolha um material para as joias

A ideia central do uso de joias é que você combine as peças usando o mesmo tom de metal. A única exceção é a aliança de casamento, que pode ficar deslocada do resto do visual. Dourado é uma cor mais quente e casa bem com tons terra e cores mais profundas, como o azul royal. Fique atento ao tom do dourado: suas peças podem não combinar entre si.

Metais em tons prateados ou cromados são neutros e vão bem com qualquer roupa. É interessante para usar com peças claras ou muito escuras, por serem joias mais discretas. Cobre e bronze são mais chamativos que o ouro e a prata, e devem ser usados com cautela, de preferência em trajes casuais.

Pedras preciosas exigem ainda mais cuidado. Evite usar esse tipo de peça no dia a dia e, ao usá-la, escolha uma mais discreta com apenas uma cor de pedra. Couro combina bem com looks casuais e é um tipo de material estiloso e pouco chamativo, muito usado em pulseiras e relógios.

Relógios são grandes amigos do homem

Clássicos e elegantes, os relógios são acessórios comumente encontrados nos armários masculinos. Compre o melhor relógio que você puder, dentro do que está disposto a pagar: a peça exprime bem a individualidade e estilo, e compõe com distinção o visual. Entre analógicos e digitais, o primeiro apresenta mais precisão e formalidade, e se adequa melhor a diferentes ambientes. O relógio digital é interessante para looks casuais e para a prática esportiva.

A simplicidade dos prendedores de gravata

Um dos acessórios mais comuns e bem aceitos pelos homens é o prendedor de gravatas. Como a peça tem uma função prática, que é segurar a gravata no lugar, o seu uso é bem disseminado entre os homens que querem manter o visual impecável. As regras e dicas para o uso do acessório são simples: o tamanho da peça deve ser de, pelo menos, três quartos da largura da gravata e o prendedor deve ser usado à altura do quarto botão da camisa.

O material dos prendedores geralmente é um metal liso, prata ou dourado. Mas fugindo dos clássicos, alguns dos acessórios hoje variam em padrões de textura e elementos como pedras preciosas. O importante é combinar o prendedor com a gravata: um prendedor simples acompanha gravatas com detalhes brilhantes e uma peça diferente pode ser usada com gravatas neutras.

A sofisticação das abotoaduras

Abotoaduras são acessórios sofisticados e que demonstram elegância: foram pensados para trajes mais formais, e ajudam a compor um visual impecável. Geralmente são usadas em ocasiões especiais, como casamentos e cerimônias que exigem black tie, mas nada impede que você as use no trabalho ou em composições casuais. Um resultado interessante depende da boa leitura do momento e do emprego adequado do acessório.

Nos looks mais formais o ideal é combinar o metal da abotoadura com o metal do relógio (dourado com dourado ou prateado com prateado). Se o visual é casual, ainda é válido manter certa coerência entre os metais, mas a escolha da abotoadura é mais livre. O consenso é que o bom gosto passa pelas peças pretas, douradas e prateadas, mais discretas, mas uma inclinação mais moderna tende pelas abotoaduras coloridas ou de tecido, combinadas com trajes despojados.

Como usar anéis, pulseiras e correntes masculinas

Simplicidade, discrição e equilíbrio são as palavras-chave para o uso de anéis, pulseiras e correntes masculinos. Anéis e pulseiras têm caído cada vez mais no gosto dos brasileiros, e podem ser encontrados em diversos estilos. A dica aqui é escolher peças que combinem com você e suas atividades, casando-as com outros acessórios e roupas. Os anéis com desenhos simples, em metal prateado, são boas opções para quem não usa aliança. Pulseiras coloridas devem ser usadas com looks mais básicos e casuais; peças mais discretas e clássicas podem ser utilizadas em ocasiões mais formais e no trabalho. Evite usar pulseiras junto do relógio, pois isso pesa o visual.

Já as correntes de ouro são naturalmente discretas, uma vez que podem ser parcialmente escondidas sob as roupas. Devido a essa característica e a serem de uso mais comum entre os brasileiros, o homem acaba tendo mais liberdade para escolher o acessório. Use sob o colarinho em ocasiões mais formais e em situações informais, se estiver de camiseta, você pode os usar por fora da gola. O importante é saber equilibrar a combinação entre os três acessórios e a roupa, e lembrar que, para os acessórios masculinos, menos é mais.

Quer ler mais sobre o mundo das joias? Dê uma olhada nesses artigos:

Celebridades que utilizam anéis masculinos
Aprenda como combinar diferentes tipos de correntes de ouro
Conheça as tendências de acessórios masculinos
Pulseiras Masculinas: Conheça essa Tendência
Aprenda como combinar pulseiras masculinas

Agora que você já sabe como usar joias masculinas, que tal adquirir algumas peças? Conheça o catálogo da Diouro Joias!

diouro joias